"As obras de Suas mãos são verdade e justiça; Imutáveis os Seus preceitos; Irrevogáveis pelos séculos eternos; Instituídos com justiça e eqüidade." - Salmo 110, 7-8

terça-feira, 30 de junho de 2009

Reflexão: Como a Trindade é um Deus e não três deuses

Boécio - De Trinitate

"Há muitos que usurpam a dignidade da religião cristã, mas a fé que é válida principal e exclusivamente
é aquela que, tanto pelo caráter universal de seus preceitos - que dão a medida da autoridade da religião -, quanto pelo seu culto, se espalhou por quase todo o mundo e é chamada católica ou universal.
essa fé, a sentença da unidade da Trindade é: "O Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus". E, portanto, Pai, Filho e Espírito Santo são um deus e não três deuses.
A razão de sua unidade é a ausência de diferença
: e na diferença incorrem aqueles que aumentam ou diminuem a Unidade, como os arianos que, atribuindo graus de dignidade à Trindade, desfazem a unidade e caem na pluralidade.
Pois o princípio da pluralidade é a alteridade
: fora da alteridade nem sequer pode ser entendida a pluralidade. Pois a diferença entre três (ou qualquer número de) coisas reside no gênero, na espécie ou no número."

3 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

aaaah, ficou lindo esse template!

Sara Rozante disse...

Caríssima Ana Maria,

Que bom que gostou! Obrigada.
Fazia tempo que procurava um template que combinasse comigo, e consequentemente com a intenção do blog. Achei esse há pouco tempo, e também adorei.
Dei uma passada no seu alguns dias atrás, e ficou lindo mesmo.

Eternamente com Jesus,
Sara Rozante

Ana Maria Nunes disse...

Sara , salve Maria!

N sabia trocar, fui no susto, deu um trabalhão, perdi fotos, contador hahaha mas enfim, ficou mais leve o visual, Sucessão precisava de uma repaginada.


abraço

A autora

Minha foto
Filha da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.