"As obras de Suas mãos são verdade e justiça; Imutáveis os Seus preceitos; Irrevogáveis pelos séculos eternos; Instituídos com justiça e eqüidade." - Salmo 110, 7-8

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Sé vacante

Se o sedevacantismo é correto, desmorona-se toda a Santa Igreja Católica.
52 anos (meio século!) com a Sé vacante, mostra-nos um Jesus Cristo lunático e mentiroso.

Muitos sedevantistas o são por causa do CVII, pensando ser um concílio herético, e outros tantos porque acham que o Beato Papa João XXIII era maçom.
Primeiramente ponderarei sobre o concílio. Se nem o santo sacerdote Pio de Pietrelcina e o cardeal Siri, que são pilares, exemplos de vida em Cristo, se dispersaram! E olha que criticaram o concílio!
Até o Papa Paulo VI!, disse que a fumaça de satanás penetrou na Santa Igreja.
O concílio tem seus erros sim, mas ele é somente pastoral. O Santo Padre, Bento XVI, está tentando corrigí-los.
O CVII não é, definitivamente, motivo para não reconhecermos os Papas desde João XXIII.

Sobre o Papa João XXIII.
Pelo concílio não ser dogmático, já nos diz muita coisa. O Papa, pelo menos de tudo que li sobre ele até agora, quando pronunciou ex-cathedra, não foi herético. Ou seja, seus ensinamentos sobre fé e moral estavam de acordo com a Tradição e com a Doutrina da Santa Igreja.
Cheguei no ponto que queria: se ele não contrariou todo o ensinamento da Igreja, como poderia ser ele maçom?
É isso que quero entender. Um usurpador iria subverter tudo.
E na hipótese dele ter sido um usurpador, é muito difícil de provarmos, pois não ensinou erroneamente.
Continuo acreditando que ele foi um Papa não muito bom, posto que tinha relações estranhíssimas com os maçons e fascistas. Mas foi um Papa legítimo, assim como os outros, posto que não ensinaram heresias.
Gostaria de lembrar que o Papa Alexandre VI era um fornicador, e nem por isso perdeu o trono petrino. Lógico que é incomparável a gravidade de propalar heresias à este exemplo do Papa Alexandre VI, mas como já postei acima, não houve ensinamento herético.
Sendo assim, isso também não é motivo para sedevacantismo.

2 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

Vira sede quem n reza, n comunga, leva vida de protestante.

Quais foram os ensinamentos do Papa João XXIIIem ex-catedra.

Os Papas João XXIII e João Paulo II, tinham excesso de bondade......

Sara Rozante disse...

Cara Ana, mesmo que suas encíclicas sejam mais pastorais do que dogmáticas, pelo menos do que li até agora (Encíclica Ad Petri Cathedram), não vi nada de mais.

Creio que estejas certa, caríssima. Esses 2 Papas, principalmente, eram mais diplomáticos.

Com Jesus e Maria,
Sara Rozante

A autora

Minha foto
Filha da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.